l

Ut wisi enim ad minim veniam, quis laore nostrud exerci tation ulm hedi corper turet suscipit lobortis nisl ut

Recent Posts

    Sorry, no posts matched your criteria.

Segunda à Sexta: 08h:00 - 19h:30 Sábados: 09h - 13:00h
(31) 98711-5856
Já somos 6 lojas pra melhor te atender
a

Farmácia Vida Natural

S-23 Construção massa muscular magra

Nome químico: 3-(3-fluoro-4-chlorophenoxy)-N-(4-cyano-3-trifluoromethyl phenyl)-2-hydroxy-2-methyl-
propionamide
CAS: 1010396-29-8
Fórmula molecular: C18H13ClF4N2O3
Massa molecular: 416.753 g/mol
Dosagem: 0,3 – 10 mg/dia
Ativo de doping.
Ciclo
• Meia-vida do S-23 é de aproximadamente 12 horas.
• Isto significa que você terá que dosar S-23 2x ao dia.
• 1 dose S-23 uma vez pela manhã e uma vez à noite.
• S-23 pode ser utilizado ao final do ciclo, para manter ganhos secos. Nas últimas semanas de um ciclo de 12
semanas.
• Pode ser utilizado com ibutamoreno mesilato para melhores ganhos de massa muscular magra.
Benefícios
• Ganho massa muscular
• Diminuição massa gorda
• Diminuição tamanho próstata
• Aumenta densidade mineral óssea (estudo em animais)
• S-23 é versátil na medida que pode ser usado para volume, densidade e corte
• SARM com efeitos mais semelhantes aos anabolizantes, sem efeitos colaterais dos mesmos
• Ação transtorno do desejo sexual hipoativo (TDSH) em mulheres
• Ganhos secos
• Segura mais os ganhos depois de parar de tomar
• Não aromatiza
• Mínima retenção hídrica

É um modulador seletivo do receptor de androgênio (SARM) de estrutura não esteroidal que atua de forma seletiva
sobre os tecidos que expressam estes receptores. Por sua especificidade e alta afinidade ao receptor androgênico,
S-23 apresenta atividade anabólica no músculo com efeitos androgênicos mínimos sobre próstata,
couro cabeludo e pele.
SARMs promove um crescimento/ganho seco, de densidade sem causar os efeitos colaterais tão acentuados
quanto hormônios.

S-23 é um SARM de estrutura não esteroide ativo por via oral com uma afinidade de ligação alta aos receptores
androgênicos. Isto faz com que seja mais forte do que outros SARMs como Ostarine (MK-2866) ou Andarine
(S-4). É o SARM com efeitos mais próximos aos esteroides.
S-23 tem como alvo o tecido muscular e ósseo para promover o crescimento muscular e a saúde óssea. Ao contrário
da testosterona, S-23 não tem como alvo o tecido da próstata, de modo que não causa o aumento da
próstata. Pelo contrário, estudos mostram que S-23 reduz o tamanho da próstata.
Portanto, os principais efeitos do S-23 são aumento da massa muscular, pode auxiliar a queimar gordura, definição
e ganhos secos.
Construção massa muscular magra
S-23 auxilia na construção de massa corporal magra e melhor retenção de ganho depois do término do ciclo.
Hipertrofia, ganho de massa magra, visando o crescimento muscular.
Aumenta Força e Vigor
Aumento significativo na resistência, velocidade e energia. Em treinos mais intensos e longos, S-23 otimiza a
intensidade devido suas propriedades de aumentar massa magra e auxiliar na queima de gorduras.
Cutting (corte)
S-23 é ideal para fase de cutting.
Diminuição gordura corporal
Auxilia na queima de gorduras, na oxidação de gordura. Estudos em animais, demonstrou que S-23 reduziu o
percentual de gordura corporal, aumentando a densidade mineral óssea e a massa muscular magra.
Retenção hídrica mínima
S-23 não promove inchaço ou retenção de água, o que significa que mantém os ganhos mesmo após o término
do ciclo S-23. Como resultado, fisiculturistas fazem uso de S-23 durante a fase de corte, pois é mais benéfico
durante esta fase.
S-23 e o desejo sexual hipoativo (TDSH) na libido feminina
Nas mulheres diversos estudos tentaram estabelecer uma relação positiva entre níveis androgênicos e maior
disponibilidade aos encontros sexuais, com maior frequência de desejo e excitação (Davis & Wahlin-Jacobsen,
2015).
De acordo com artigo científico publicado no THE JOURNAL OF PHARMACOLOGY AND EXPERIMENTAL THERAPEUTICS
(2010)
As fêmeas que receberem doses de 0,3 mg/dia de S-23, demonstraram um aumento significativo na motivação
sexual, com aumentos similares observados em doses que variam de 0,05 mg/dia para 3 mg/kg/ dia. (Figuras
abaixo A e B).

Atividade farmacológica de SARMs em mulheres
Figura A, atividade farmacológica de uma série de SARMs em OVX ratos fêmeas.
Figura B, dose-resposta de S-23 em ratos OVX. Ratos OVX foram tratados com TP (propionato testosterona),
TP/bicalutamida (TP/Bic), ou um SARM (3 mg/kg/dia) durante 14 dias. Veículo tratado intacto e os grupos OVX
também foram incluídos como controles. Linhas tracejadas indicam 100% (controle).
As mulheres apresentam um declínio nos níveis de estrogênio e andrógeno após a menopausa natural ou induzida
cirurgicamente, efeitos que estão associados à perda do desejo sexual e à densidade mineral óssea. Estudos
mostraram os efeitos benéficos dos moduladores seletivos do receptor de androgênio (SARMs) no tratamento
da osteoporose e perda de massa muscular em modelos animais. S-23 e análogos foram sintetizados para avaliar
os efeitos das substituições do anel B em ensaios in vitro e in vivo, especialmente a motivação sexual feminina.
As afinidades de ligação relativas do receptor de androgênio (AR) variaram entre 0,1 e 26,5% (relativamente à
di-hidrotestosterona) e demonstraram uma gama de atividades agonistas a 100 nM. A atividade farmacológica
in vivo foi avaliada pela primeira vez utilizando ratos machos. Modificações estruturais no anel B afetaram significativamente
a seletividade dos SARMs.
S-23 apresentou atividade agonista completa em androgênicos e tecidos; no entanto, os SARMs restantes foram
mais poupadores da próstata. O paradigma de preferência de parceiros foi usado para avaliar os efeitos dos
SARMs sobre a motivação sexual feminina. Com exceção de dois análogos substituídos por quatro halo, S-23
aumentou a motivação sexual com potência e eficácia comparáveis ao propionato de testosterona. Estes resultados
indicam sua importância na regulação da libido feminina dada a natureza não aromatizante dos SARMs e
pode ser uma alternativa superior às preparações de testosterona esteroidal no tratamento do distúrbio do
desejo sexual hipoativo.
• É necessário fazer TPC (terapia pós-ciclo) após ciclo com S-23 (clomifeno, tamoxifeno, crisina são indicações).
• Auxilia na diminuição do tamanho da próstata, fazendo com que quem utiliza não tenha que se preocupar
com esse colateral tão comum em usuários ativos de AES.
Vários estudos demonstram ainda que esse SARM é capaz de aumentar a densidade dos ossos enquanto promove
o aumento de massa muscular e auxilia na queima de gordura.

Pode ser usado tanto em cutting quanto em bulking, sendo um SARM bastante versátil. Certamente é um dos
mais potentes SARMs que existem hoje disponíveis no mercado.
Mecanismo de ação
S-23 atua para seletivamente atingir e produzir resultados anabólicos no tecido muscular e ósseo sem algumas
das limitações e efeitos colaterais dos esteróides tradicionais.

Post a Comment

Vida Natural
Acesso a área restrita

close-link